Bloqueio botao direito mouse

sábado, 2 de dezembro de 2017

JOALHERIA TIFFANY DE NY INAUGURA BLUE BOX CAFÉ


Tomar o café da manhã na Tiffany já é uma realidade 

Depois de anunciar o lançamento de sua primeira linha de objetos para a casa, a Tiffany & CO acaba de realizar o sonho de muita gente e, principalmente, o de Holly Golightly, personagem do clássico “Bonequinha de Luxo” (Breakfast at Tiffany’s), imortalizado pela atriz Audrey Hepburn. 

A tradicional joalheria americana decidiu construir um restaurante dentro de sua loja na Quinta Avenida, em Nova York, onde é possível, entre outras refeições requintadas, tomar um café da manhã digno de filme. 

O Blue Box Café foi aberto no quarto andar da joalheria com uma decoração que promete levar os apaixonados pelo azul Tiffany à loucura. 

A cor domina praticamente todos os ambientes do restaurante e marca presença desde as poltronas até os saquinhos de sal servidos aos clientes. 

“O Blue Box Café serve clássicos americanos feitos com ingredientes de melhor qualidade e de origem regional. O menu simples – que mudará e evoluirá durante as estações – é uma afirmação refinada de pratos tradicionais de Nova York, reinventados para ser exclusivo da Tiffany”, afirma a marca. 

Entre as opções, o croissant com café ou chá e fruta da estação sai por US$ 29. O estabelecimento também serve o clássico NY Cheesecake por US$ 12, e um bolo que imita a caixa de joias da loja, o The Blue Box Celebration Cake, com cobertura azul e laço, por US$ 36. 

O Blue Box Café também oferece almoço, incluindo entrada e prato principal. 

As opções de entrada são sopa de cogumelos; a Black Bass Crudo, uma salada que leva rabanete, erva-doce, pimenta espelette e óleo de oliva; e a Blue Box Chopped Salad, uma salada verde com pepino, pimentão, salsão, azeitonas e queijo de cabra. Para o prato principal, algumas opções são sanduíche de frango, salada com lagosta e abacate, e salmão com caviar ossetra. 

O café da manhã sai por US$ 29 e o almoço por US$ 49. 



quarta-feira, 15 de novembro de 2017

MAIOR DIAMANTE COR D É LEILOADO POR 28,8 MILHÕES DE EUROS


Um diamante cor D (totalmente sem cor) de 163,41 quilates e sem nenhuma fissura tornou-se o maior deste tipo a ser arrematado em um leilão, ao ser vendido em Genebra nesta terça feira, integrando um colar, por 33,5 milhões de francos suiços (28,8 milhões de euros), um recorde absoluto para esta pedra preciosa. 

A peça, da joalheria suiça Grisogono, saiu a leilão em um hotel de Genebra a um preço inicial de 20 milhões de francos (17,2 milhões de euros). 

O diamante - de tamanho esmeralda e cor D, o grau mais alto quanto à cor, muito pouco comum - é um dos mais excepcionais já exibidos pela Christie's, segundo o responsável de joias da casa de leilões, Rahul Kadakia. 

Além disso, ele é o maior diamante de cor D sem fissuras a ter sido leiloado. A gema foi encontrada em uma mina em Angola, e a pedra original de onde foi extraída, de 404 quilates, foi enviada a Antuérpia, na Bélgica, para ser avaliada. 

Posteriormente, foi talhada em Nova York por dez especialistas que conseguiram cortá-la com laser e polir a gema. Após 11 meses de trabalho, o diamante foi enviado ao Instituto Gemológico da América (GIA, na sigla em inglês), e sua certidão foi expedida no final de dezembro de 2016. 

Em Genebra, o designer da Grisogno, Fawz Gruosi, presente hoje no leilão, junto com sua equipe, criou 50 modelos diferentes em torno do diamante. 

No começo de fevereiro, coincidindo com o primeiro aniversário da descoberta da pedra, eles optaram pelo conjunto atual: um colar assimétrico que tem no lado esquerdo 18 diamantes e, no direito, duas fileiras de esmeraldas em formato de pera. 

A joalheria suíça levou 1.700 horas para criar o colar, um trabalho que teve a participação de 14 especialistas. 

 

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

TYFFANY LANÇA COLEÇÃO DE DÉCOR E ARTIGOS PARA CASA


O irresistível Azul Tiffany - marca registrada da joalheria americana, agora faz parte da nova linha sofisticada de decoração e artigos para a casa criada pela Tiffany & Co. 

Tudo segue de acordo com  a paleta característica, com o tom típico da caixinha de joias nos produtos feitos em couro, louça e prata. 

O novo diretor artístico da companhia, Reed Krakoff, é o responsável pelo desenvolvimento e criação de toda a linha. 

“Nós acreditamos em viver com coisas belas todos os dias”, conta ele em um release oficial da marca. 

“Cada acessório e objeto que criamos tem uma inteligência que faz com que o ordinário seja extraordinário.” 

São 1.292 peças entre canecas de diversos tamanhos, bules, cadernos, copos, canetas, porta-lápis, pratos, colheres e muitos outros itens. 

Todos estão à venda no site da Tiffany & Co.

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

MONTBLANC LANÇA E-COMMERCE NO BRASIL

 

Confirmando a tradição de pioneirismo e liderança no segmento de luxo e atenta às mudanças de comportamento dos consumidores, a Montblanc inova mais uma vez ao lançar a primeira plataforma de vendas online entre as Maisons do Grupo Richemont no Brasil. 

A Boutique Virtual Montblanc, como foi batizada, é parte da estratégia de rejuvenescer o portfólio e aproximar o cliente da marca. 

Basta acessar o site www.montblanc.com para ser direcionado para a Boutique virtual. 

Completo, o novo canal oferece todo o portfólio Montblanc separado por categorias (instrumentos de escrita, couro, relógios, produtos inteligentes, acessórios, stationary e refis) e suas respectivas coleções, além de produtos exclusivos para este canal. 

Para melhorar a experiência do usuário, seções exclusivas para presentes , com sugestões selecionadas para ele, para ela, presentes personalizados, os grandes sucessos de vendas, novidades, entre outros, facilitam a escolha e compra dos produtos. 

No site, o cliente encontra detalhes de cada peça, imagens do produto e todo suporte para a compra. 

O pagamento pode ser feito à vista ou parcelado no cartão de crédito em até 10 vezes. 

A marca alemã vem atuado no mercado digital há três anos nos Estados Unidos. A experiência se expandiu, gradualmente, para países da Europa, Japão e China e agora no Brasil.

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

CHRISTIE’S VAI LEILOAR DIAMANTE RARO EM NOVEMBRO


Um diamante branco sem falhas de 163,41 quilates encontrado no ano passado em Angola será leiloado em Genebra no dia 14 de novembro, informou a Christie's. 

"A maior pedra desta qualidade a surgir antes no mercado era de 110 quilates", disse François Curiel, presidente do conselho da casa de leilões global para a Europa e a Ásia, em uma exibição do diamante em Hong Kong. 

"Então esta é uma pedra 50 por cento maior do que a anterior. É uma raridade absoluta", acrescentou. 

Descoberto em fevereiro de 2016 no leste de Angola, o diamante bruto com então 404,20 quilates foi o maior já encontrado no país do sul africano. 

O diamante de corte esmeralda e cor D, que pode ser desmontado de seu colar de ouro branco, diamante e esmeralda, será exibido em Londres, Dubai e Nova York antes de ser posto à venda na cidade suíça. 

Fonte: Reuters

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

SUPER CONVERSÍVEL DE R$3,4 MILHÕES CHEGA AO BRASIL





Trata-se do Brabus Rocket 900, equipado com motor V12 6.3 biturbo, capaz de fazer de 0 a 100 km/h em apenas 3,9 segundos 

A preparadora alemã Brabus, especialista em trabalhar com modelos da Mercedes-Benz, lança no Brasil o superconversível Brabus Rocket 900, que será apresentado no Salão de Frankfurt (Alemanha), entre os próximos dias 16 e 24. 

O modelo começa a ser vendido ao mesmo tempo nos mercados europeu e brasileiro por nada menos que R$ 3,4 milhões, de acordo com a importadora oficial, valor que o torna um dos carros mais caros do País. 

Quem levar a raridade da Brabus para casa terá à disposição uma usina de força: motor V12, de 6,3 litros, biturbo, capaz de gerar 912 cv e insanos 152,9 kgfm de torque, força brutal que leva o carro de 0 a 100 km/h em meros 3,9 segundos e a 350 km/h, de acordo com os números da fabricante. 

Todo esse fôlego é transmitido para as rodas traseiras com ajuda de um sistema de transmissão que inclui câmbio automático de sete marchas, também preparada pela Brabus, com diferencial de escorregamento limitado e taxa de bloqueio de 40%. Há também hastes atrás do volante para trocas de marchas sequenciais. 

Entre outros detalhes que foram modificados pela Brabus na comparação com o Mercedes S65 AMG está a parte aerodinâmica revisada para manter boa sustentação em alta velocidade. Por isso, ambos os eixos receberam algumas modificações. 

Além disso, apêndices foram instalados em várias partes do carro, todos feitos de fibra de carbono, material leve e resistente usado em modelos de competição de alto desempenho, inclusive os de Fórmula 1. São itens como difusores de ar, aerofólios e spoilers, bem como anteparos na parte de baixo do conversível. 

Também faz parte do pacote de mudanças exclusivas as rodas forjadas de aro 21 ou 22, que além de fazerem parte do visual esportivo, ainda contribuem com a estabilidade nas curvas por virem montadas em pneus de perfil ultrabaixo. 

Na lista de itens soficados do superesportivo também está incluído um sistema de escape com componentes de fibra de cerâmica. E uma suspensão controlada eletronicamente, que pode baixar o centro de gravidade do Brabus. 

No interior do Brabus Rocket 900, fazem parte das exclusividades soleiras das portas de alumínio, bancos revestidos de couro claro e quadro de instrumentos redesenhado, com velocímetro que marca até 400 km/h. Por fora, ainda merece destaque o emblema da Brabus iluminado na grade frontal. 

Fonte: Carros - iG

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

COLEÇÃO DE RELÓGIOS MONTBLANC 1858 CHEGA AO BRASIL


Pela primeira vez em sua história a Montblanc lança uma linha de relógios com caixa de bronze, esse modelos, que chegam agora ao Brasil, reinterpretam os cronógrafos da Minerva da década de 1930, apresentando um elegante design vintage ainda mais valorizado pelo metal escolhido. 

A escolha dessas clássicas criações tem um motivo: em 2007 a Montblanc adquiriu a Minerva, manufatura de relógios fundada em 1858 em Villeret, Suíça, altamente reconhecida por suas funções cronométricas precisas, então parece lógico de a Maison explore toda a herança dessa reverenciada grife relojoeira. 

Acompanhando o design vintage dos relógios, o bronze complementa as cores dos mostradores e sendo combinado com o aço em dois modelos. 

A pátina resultante do uso deixará essas peças com um visual único ao longo dos anos. 

Os três modelos chegam ao Brasil este mês. 
- Montblanc 1858 Chronometer Tachymeter Limited Edition 100 (preço sob consulta, apenas 100 unidades) 
- Montblanc 1858 Automatic Dual Time (R$ 25.700) 
- Montblanc 1858 Automatic (R$ 18.000) Sendo os dois primeiros disponíveis apenas sob encomenda. 

Website: www.montblanc.com