Bloqueio botao direito mouse

terça-feira, 5 de outubro de 2021

BUGATTI BOLIDE – O CARRO MAIS BONITO DO MUNDO

 

 



A competição pela criação do carro mais bonito do mundo não é fácil. Além de recursos quase ilimitados para o desenvolvimento de produtos inovadores, as montadoras têm uma forte cultura de design no DNA. No 36º Festival Automobile International, realizado em Paris, o júri deu a vitória no quesito visual ao Bugatti Bolide, na categoria chamada "hipercarros".

O Bolide definitivamente não é um carro qualquer. Seu design futurístico é típico de carros de edições limitadas. E esse é mesmo o caso dele. Serão fabricadas apenas 40 unidades do veículo e cada uma custará 4,7 milhões de dólares, algo como 25,5 milhões de reais, em conversão direta. As primeiras unidades serão entregues aos compradores em 2024.

“Embora extremamente funcional, o Bolide está repleto da personalidade e tradição distintas da Bugatti”, diz, em nota, Nils Sajonz, chefe de projetos especiais da Bugatti. “Sua criação foi inspirada na filosofia peso-potência de um jovem Ettore Bugatti, que revolucionou o mundo do automobilismo na década de 1920 ao projetar carros leves e ágeis, como o Type 35, que se tornaram praticamente imbatíveis. Bolide é o ponto culminante dessa filosofia, pura em seu design e em seu propósito.”

De acordo com a montadora, o Bolide foi projetado para ser excepcionalmente baixo, assim como em muitos veículos esportivos. Em combinação com o difusor traseiro, o aerofólio oferece ao veículo níveis extremos de sustentação negativa ao solo para manter a estabilidade em curvas feitas em alta velocidade.

Fonte Exame


segunda-feira, 4 de outubro de 2021

MONTBLANC E PIRELLI LANÇAM CANETA – LIMITED EDITION


  

Montblanc e Pirelli trazem atemporalidade da 

borracha em instrumento de escrita  

Edição limitada feita à mão reúne dois gigantes: a arte de escrever aliada à arte de fazer pneus

Considerada uma das mais belas expressões do artesanato europeu, a Montblanc Meisterstück, conhecida por seus icônicos instrumentos de escrita que vão muito além de meras canetas, está lançando neste mês uma edição inédita e limitada com a Pirelli, fabricante mundial de pneus fundada em 1872. 

Feita de borracha preta, a tampa e o corpo da nova Meisterstück Great Masters Pirelli, refletem esse visual. Anéis vermelhos adicionam um toque dinâmico ao cone preto e topo da tampa, que é coroado pelo emblema Montblanc em madrepérola.

O padrão gravado na tampa e no corpo do objeto de escrita é inspirado no tratamento gráfico histórico do logotipo da Pirelli, que remonta a 1966. 

O lendário "P", em uso desde 1908 e simbolizando as qualidades elásticas da borracha, também está gravado na pena de ouro maciço Au 750 artesanal acima de um pneu de corrida estilizado, com o emblema da Montblanc no centro.

quarta-feira, 8 de setembro de 2021

AS 5 ÁGUAS MINERAIS MAIS FAMOSAS DO MUNDO

A água é essencial para a vida humana, e se engana quem acha que todas elas são iguais. De acordo com a marca, região onde é produzida, e até mesmo processo de filtragem, o gosto obtido pode ser muito diferente.

Por isso, muitas águas, quanto mais difíceis de serem obtidas, vão se tornando mais desejadas dentro do meio, além de também conquistarem bastante fama, já que seu sabor único acaba deixando muita gente curiosa sobre qual seria o seu gosto.

 


 

Água mineral San Pellegrino, famosa desde os tempos de Da Vinci

Leonardo da Vinci é um dos maiores pensadores de todos os tempos, e, como se não bastasse todo o conhecimento que deu para a humanidade, também foi o grande responsável por descobrir uma das águas mais puras e saborosas em todo o mundo.

Enquanto estava subindo o rio Adda, para se inspirar, o filósofo acabou encontrando uma fonte de onde saia uma água limpa, o que acabou fazendo com que ele ficasse encantado. O pensador descobriu isso em Val Brembana, em Milão, mas não era ali que ela começava de fato.

Antes disso ela passava por quilômetros de rochas, o que a filtrava e a deixava tão limpa. A descoberta realmente era notória, e, até hoje, a água mineral de San Pellegrino é uma das mais famosas do mundo. A viagem acabou rendendo a inspiração necessária para o artista pintar o quadro Virgens das Rochas.

 


 
Água mineral Acqua Panna, uma das mais tradicionais do mundo

A Acqua Panna é uma das marcas mais famosas do mundo gastronômico, tendo mais de 450 anos de história no meio. Desde o período do Renascimento a empresa conta com atuação destacada em Toscana, na Itália, mas seu grande destaque não fica só na área dos alimentos sólidos.

A água mineral Acqua Panna é uma das mais requisitadas em todo o mundo, pois conta com uma sutileza ímpar até mesmo para os padrões mais altos de bebidas existentes. É muito apreciada pelos entusiastas de pratos leves e vinhos brancos.

Muito leve, ela se destaca por ser aveludada e uma das melhores bebidas para ser ingerida em companhia de comidas leves. Para se ter uma ideia do quanto ela é vista como sinônimo de qualidade, ela se tornou a preferida da Associação de Sommeliers no mundo.

 

  

Água mineral Perrier, com origem no sul da França

Sendo uma das águas mais famosas do mundo, a água mineral Perrier, com gás, é sinônimo de qualidade para os amantes de bebidas naturais. É feita em Vergèneze, localizada no sul da França, mas sua fama vai muito além da região de onde é fabricada.

Com gosto único, e sendo possível de ser identificada por conta de suas bolhas que tem certa força, mesmo que a bebida seja leve, a Perrier conquistou milhares de fãs ao redor do mundo, já que consegue unir o sutil com a força das bolhas.

Bebida de grande personalidade, a água Perrier não contém álcool, mas mesmo assim conquistou até mesmo os fãs de bebidas alcoólicas. Importada da França, é um dos modelos mais desejados pelos admiradores de bebidas leves em todo o mundo.

 

  

Água mineral Evian, dos Alpes Franceses

Outra água extremamente famosa no meio é a Evian, que tem origem nos picos dos Alpes Franceses. Sendo possível de ser obtida apenas graças à chuva e neve presente na região, ela é resgatada de dentro do centro de montanhas.

Passa por um processo de filtragem natural, que ocorre nas camadas de gelo ricos em minerais, que estão ali há mais de 15 anos. Não é tocada por homens, e por isso, conta com um dos maiores graus de pureza possível de ser obtido.

Sem sofrer a ação de agentes externos, as águas conseguidas através de Evian-les-Bains, uma das fontes mais puras do mundo, já tem grande tradição no mercado, sendo distribuída desde o ano de 1826.

 

  

Água mineral Voss, considerada a mais pura do mundo

Considerada a a água mais pura em todo o mundo, o líquido distribuído pela Voss é um dos mais famosos do globo. Feito com gás, a bebida não passa por qualquer filtragem ou tratamento, sendo ela uma das mais puras disponíveis no mercado.

Retirada diretamente de um deserto gelado, o líquido está presente em uma fonte subterrânea, estando protegido de qualquer agente externo ou até mesmo do ar. Por isso, não é necessário a filtragem para que seja ingerido de maneira saudável.

Com quantidades baixíssimas de sódio e minerais, se tornou um artigo de luxo entre os apreciadores de bebidas. Foi criada por Neil Kraft, ex-funcionário da Calvin Klein, e hoje já ganhou o mundo, mesmo sendo distribuído em embalagens de apenas 375 ml.

segunda-feira, 12 de julho de 2021

ACQUA DI PARMA

 


UMA CIDADE ITALIANÍSSIMA

Uma fragrância nomeada por amor a Parma. Uma cidade onde a natureza e a cultura fundem-se em harmonia. Onde cada trajeto é um passeio por momentos importantes da história. E onde os raios dourados do verão italiano colorem as pedras dos palácios como a pele sendo beijada pelo sol.
 
A ORIGEM UMA ASSINATURA PESSOAL
 
Estamos em 1916. O Barão italiano Carlo Magnani viaja pelos epicentros da cultura-Paris, Londres, New York. Ele é tomado por um súbito anseio: um desejo pelo sol da Itália e a vontade de colocar em um frasco a essência da luz e da elegância italiana. 
 
Assim nasce Colonia, primeira fragrância de Acqua di Parma e que reflete o estilo dos cavaleiros italianos.
 
Dono de algumas lojas de alfaiataria em Parma, Carlos Magnani era um homem de boas maneiras, moderno e com novas ideias para a época em que vivia. Foi pioneiro em vender ternos e perfumes no mesmo lugar, nas chamadas lojas de alfaiataria.
 
Colonia da Acqua di Parma foi durante 80 anos a única fragrância da marca, comercializada apenas em lojas de alfaiataria. Não só foi uma maravilhosa Eau de Colônia como ainda é um ÍCONE.
 
Acqua di Parma conta, nas suas embalagens, uma história que abraça a cidade de Parma Expressando toda essa vivacidade e elegância da cidade, o amarelo, presente na identidade visual da marca, faz alusão às fachadas desse tom que predominam na cidade. 
 
É também a cor das embalagens usadas nas alfaiatarias para entregar aos cavalheiros seus ternos feitos sob medida. Já os frascos são um caso à parte. Com design minimalista, são inspirados no Art Deco, movimento arquitetônico da década de 1930 que utiliza na sua estética traços geométricos, simples e sofisticados.
 
Na década de 90, Acqua di Parma foi adquirida por Luca Cordero di Montezemolo, dono da Ferrari, Diego della Valle e Paolo Borgomanero, empresários do setor da moda.
 
Após a união, decidem, em 1998, transferir a sede da marca para Milão e abrem a primeira boutique no epicentro da moda na cidade, na Via Gesù, conhecida como «via dell' Uomo» (a rua do homem).
Em 2001, o grupo de luxo LVMH torna-se sócio da Acqua di Parma, e, em 2003, dono totalitário da marca. 
 
A produção dos perfumes continua 100% feita na Itália e a parceria com LVMH significa luxo, qualidade e visibilidade mundial.

sexta-feira, 18 de junho de 2021

BOTSUANA ANUNCIA DESCOBERTA DO TERCEIRO MAIOR DIAMANTE DO MUNDO

  

A empresa Debswana, produtora de diamantes em Botsuana, anunciou nesta quarta-feira (16) a descoberta de um diamante de 1.098 quilates, o terceiro maior do tipo já encontrado no mundo.

A gema preciosa mede 7,3 centímetros de comprimento, 5,2 cm de largura e 2,7 cm de espessura e ainda não ganhou um nome.

A pedra, encontrada em 1º de junho, foi exibida ao presidente do país, Mokgweetsi Masisi, na capital Gaborone. Lynette Armstrong, diretora da Debswana, afirmou que o diamante é considerado o terceiro maior do mundo.

A Debswana é controlada em conjunto pelo Estado e pela empresa sul-africana De Beers. O maior diamante conhecido do mundo é o "Cullinan", de mais de 3.100 quilates, encontrado na África do Sul em 1905.

O segundo, de 1.109 quilates, foi encontrado em 2015 na mina de Karowe, nordeste de Botsuana, maior produtor africano de diamantes.

quinta-feira, 13 de maio de 2021

CHANEL CELEBRA CENTENÁRIO DO N°5 COM DIAMANTE DE 55,55 QUILATES

 


A Chanel criou um colar poderosíssimo para homenagear os cem anos de seu perfume mais famoso, o Chanel No. 5. A atração principal é um diamante D (incolor) lapidado em formato octogonal (que remete ao frasco da fragrância) de peso exato de 55.55 quilates.

A joia é rodeada por mais 104 diamantes redondos e 42 em shape baguete em sua porção central. Criada especialmente para a ocasião, ela ganhará exposição no endereço da grife dedicado à alta-joalheria, na Place Vendôme, em Paris.

Além da peça-sensação, a grife também prepara coleção especial a partir do colar, com 123 novidades que também referenciam o aniversariante.


quarta-feira, 12 de maio de 2021

LOUIS VUITTON ESTREIA PARCERIA NA FÓRMULA 1

 


A Louis Vuitton e o Automobile Club de Mônaco anunciam uma parceria inédita para os próximos anos e apresentam o case do troféu Grande Prêmio de Mônaco.

Feito por artesãos no ateliê da maison em Asnières, nos arredores de Paris, o baú carrega o savoir-faire tradicional da Louis Vuitton e traz a herança do Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1, que comemora sua 78ª edição neste ano. 

 O icônico padrão do monograma é adornado com o tom vermelho da bandeira de Mônaco, enquanto as linhas vermelhas, que representam a letra “V” de “vitória”, são contornadas por uma faixa branca. 

Este hardsided sob medida nas cores do principado, guarda o troféu das 19 curvas de 3.337 km da pista, e será entregue ao vencedor em 23 de maio de 2021.

Michel Boeri, presidente do Automobile Club de Mônaco afirma: “Além de ser uma grande parceria, estamos muito satisfeitos que o troféu que entrega o vencedor do Grande Prêmio de Mônaco agora possa viajar com segurança. A Louis Vuitton e o Automobile Club de Mônaco são precursores de diferentes projetos. A maison criou baús para os troféus mais cobiçados do mundo. E esta parceria emblemática permite que o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1 se enriqueça com essa herança, trazendo uma elegância sem precedentes ao mundo do Automobilismo”.