Bloqueio botao direito mouse

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

“ALLURE OF THE SEAS” - UMA CIDADE EM ALTO-MAR



Maior navio de cruzeiro do mundo tem parque com árvores de verdade, pista de patinação no gelo e musical da Broadway.

Quando se entra no Allure of The Seas pisa-se num investimento de US$ 1,4 bilhão – quantia que daria para adquirir 23 iates como o sofisticado The Maltese Falcon, do estaleiro italiano Perini Navi.

O investimento justifica o título de maior navio de cruzeiro do mundo. O comprimento do barcão da companhia Royal Caribbean corresponde a cinco vezes o do gigantesco Airbus 380, o maior avião de passageiros do mundo. “Pretendía–mos construir o melhor navio, nunca dissemos que construiríamos o maior”, diz Richard D. Fain, chairman e CEO da Royal Caribbean Cruises.

Mais novo integrante da frota de 34 embarcações da Royal Caribbean, o Allure sai do porto de Fort Lauderdale, na Flórida (EUA), em busca de aventuras nos mares do Caribe neste verão do Hemisfério Sul.

Viajar hospedado em uma de suas 2.706 cabines é quase tão fascinante quanto andar por Nova York. Começando pela sua capacidade de levar mais de seis mil passageiros, atendidos por quase dois mil e quinhentos tripulantes.

Tudo nele é grande e sofisticado. E a referência à metrópole americana não é à toa. No centro da embarcação está localizado o Central Park, nome de um espaço quase tão comprido quanto um campo de futebol, com árvores tropicais, plantas e flores de verdade, onde os passageiros podem praticar corridas ou fazer suas caminhadas.


Roteiro nova-iorquino: Da esq. para a dir.: detalhe da Boardwalk,
onde ficam lojas e restaurantes, da Royal Loft Suit e do "Central Park"


No meio desse verde há lojas, cafés (entre eles, um Starbucks), 25 restaurantes e até mesmo uma churrascaria, além de uma galeria de arte com obras do brasileiro Romero Britto.

Dizer que o navio é uma cidade é um lugar-comum muito apropriado. Suas sete diferentes áreas são chamadas oficialmente de bairros, distribuídos por 16 andares, servidos por 24 elevadores muito mais eficientes do que os de qualquer shopping center de primeira linha de São Paulo ou do Rio de Janeiro.

Esse ambiente de “big city” continua com os shows, o entretenimento e os restaurantes. Os passageiros podem, por exemplo, assistir em um teatro com capacidade para 1,3 mil espectadores a uma versão mais curta, mas fiel, do musical Chicago, sucesso da Broadway.

O clima de superprodução continua com as apresentações e paradas com personagens de filmes de animação, como os ogros Shrek e Fiona, que aparecem de surpresa no café da manhã do restaurante principal ou desfilam no Boardwalk, a avenida central do Allure. É nessa via que uma multidão percorre lojas, bares e lanchonetes.

As cabines são um capítulo à parte. A maior de todas, a Royal Loft Suíte, tem 141 m2 e dois andares que podem hospedar seis passageiros. Ela dispõe, entre outras coisas, de sala de jantar, piano de cauda e uma Jacuzzi na varanda.


"O Brasil caminha para ser o quarto maior mercado de cruzeiros do mundo"
Ricardo Amaral, diretor-geral da Royal Caribbean no País

Seu preço para uma saída de sete dias é de R$ 21 mil por pessoa, mais taxas. Já o mesmo período, numa cabine menor, custará, no fim fevereiro, cerca de R$ 3 mil, mais taxas. Tanto conforto tem atraído os brasileiros, que cada vez mais procuram cruzeiros como opção para as férias.

“O Brasil é um dos cinco maiores mercados de cruzeiro no mundo, caminhando rapidamente para o quarto lugar”, afirma Ricardo Amaral, diretor-geral da Royal Caribbean no País.

Segundo ele, na temporada de 2010, a companhia embarcou 116 mil brasileiros, sendo 75 mil para roteiros internos e 41 mil no Exterior. Para 2011, a empresa prevê transportar mais de 152 mil turistas nacionais.“Só no Allure já há quase 1,6 mil reservas de brasileiros para o Carnaval”, diz a brasileira Rosie Guimarães, embaixadora internacional da empresa.

Fonte: IstoÉ Dinheiro – edição nº 693

Vídeo promocional
video

sábado, 29 de janeiro de 2011

MASSA TESTA F150 PELA 1ª VEZ


Como ferrarista apaixonado que sou, não poderia deixar de publicar esta matéria...

Felipe Massa percorreu no circuito particular da Ferrari em Fiorano, neste sábado (29), cerca de 60 km no comando da novíssima F150, carro que vai usar na temporada 2011 da F1.

A ida à pista foi parte de uma filmagem promocional
.

Apesar da proibição dos testes dentro da temporada, treinos rápidos com fins promocionais são permitidos pela FIA antes e durante o Mundial.

Ciente disso, a Ferrari aproveita para exibir seu carro ao mundo. Stefano Domenicali, chefe do time de
Maranello, mostrou cortesia aos torcedores presentes. "Eu quero agradecer a todos por virem de tão longe para nos fazer sentir a paixão de vocês", disse.

Segundo a equipe, somente o lançamento da F150 teve audiência em 149 países.


Vídeo Promocional
video

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

MARKETING NA AVIAÇÃO


“Aqui todo mundo pode voar” – Foi assim que em 2001 a empresa GOL entrou no mercado de aviação brasileiro. Oferecendo passagens a preços mais baixos, investindo em promoções e no e-commerce, ganhou espaço e hoje disputa o mercado com a TAM, a maior companhia aérea da America Latina, tendo grande apelo nos vôos de longa distância.

A empresa aérea azul iniciou suas atividades no Brasil no ano de 2008 e tem como ponto fundamental de seu programa de relacionamento um tratamento diferenciado com seus passageiros. A busca pelo sucesso nesta relação envolve um bom produto, preço justo e respeito e consideração em todas as etapas porque é este mesmo produto o responsável pela sua divulgação.

Um exemplo interessante de inovação no atendimento ao cliente acontece nos vôos da empresa filipina de transporte aéreo CEBU. As aeromoças apresentam de forma bem animada as instruções de segurança aos passageiros.

“Não podemos imaginar como os passageiros vão se comportar no caso de terem que utilizar os equipamentos de emergência com tanta animação num caso de necessidade real… De qualquer forma o que conta aí é a inovação.”


Fonte: MKT blog

Veja o vídeo da apresentação
video

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

OS MELHORES CHARUTOS DE 2010


Ranking 2010 dos cinco melhores charutos degustados por especialista da revista americana“Cigar Aficionado”.

Cohiba Behike BHK 52


O Cohiba Behike BHK 52 é feito na
legendária fábrica cubana de El Laguito


Um clássico cubano que impressionou os especialistas americanos. Nenhum outro se mostrou tão bom. Gordo e bem folheado, com bitola 52, é um pequeno robusto conhecido como Laguito no. 4, simplesmente descrito como “phenomenally rich”, com sabor cremoso, lembrando café. Eleva ainda mais a fama do Cohiba, da lendária fábrica de El Laguito. Recebeu 97 pontos.

2- Viaje Oro Reserva VOR no. 5


O elegante Viaje Oro Reserva VOR no. 5 tem notas de couro,
especiarias e cacau, queimando com perfeição


Marca nova e relativamente desconhecida, a princípio feita sob contrato na Nicarágua pela Joya e agora elaborada na Fábrica de Tabacos Raices Cubanas, de Honduras. Viaje Oro Reserva VOR no. 5 é um charuto feito por encomenda pelo empresário do ramo Andre Farkas, na bitola 52. Apresenta aromas de couro, de especiarias e evolui com algo de cacau, queimando com perfeição até deixar uma linha tênue entre o amargo e o doce. Recebeu 95 pontos.

3-Fuente Fuente OpusX XXX Belicoso


O Fuente Fuente OpusX XXX Belicoso é dinamite pura,
com uma nota intrigante de uísque escocês


Este charuto tem nome e sobrenome anunciando a que veio. Forte e poderoso, foi definido como dinamite pura, com sabores complexos de couro e terra, e uma nota intrigante de uísque escocês em sua capa. A linha Fuente Fuente OpusX é uma das mais bem sucedidas na história do charuto, feita no Castelo de la Fuente, exploração agrícola em El Caribe, República Dominicana. Frase da revista: “Se você ama charutos bem emcorpados, este é o seu fumo." Bitola 49, pontuação 95

4- Padrón Family Reserve No. 45 (Natural)


O equilibrado Padrón Family Reserve No. 45 natural
mostra aromas e sabores de amêndoas de cacau e terra


Tem uma capa mais clara que o maduro da mesma marca, versão que ganhou o prêmio de charuto do ano em 2009. Elaborado pela Padrón Cigars Inc., da Nicarágua, mostra aromas e sabores remetendo a amêndoas de cacau e terra, com muito equilíbrio. Bitola 52 e 95 pontos na pontuação. A família Padrón é incensada como uma das mais cuidadosas do setor, com uma trajetória impecável e consistente na produção de grandes charutos.

5- Camacho Corojo Churchill


O encorpado Camacho Corojo Churchill,
com semente procedente de Cuba,
lembra couro e frutas escuras


Procedente do Vale de Jamastran, em Honduras, e feito para a empresa Camacho (subsidiária da Davidoff, de Genebra). Um fumo robusto, encorpado, com sabores apresentando ricos toques de couro e frutas escuras. Bitola 48. A semente deste tabaco, chamada corojo, foi desenvolvida pela família Rodriguez em uma plantação em Pinar del Río, Cuba, e levada depois para Honduras. Em Cuba já não há mais essa variedade. O Camacho Corojo Churchill teve 94 pontos.

Website: www.cigaraficionado.com

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

HERMÈS PELA PRIMEIRA VEZ NA RIVE GAUCHE



Desde o final do ano passado o lado esquerdo do rio Sena nunca mais será o mesmo.

Na verdade, já não é o mesmo dos idos dos anos 30, quando escritores, escultores, pintores, e jornalistas começaram manifestações que ecoavam por toda Europa e por todo o mundo.


Desde que YSL abriu as portas desse lado do rio, criando inclusive uma marca com a localização geográfica no nome: YSL Rive Gauche, várias lojas de grife o seguiram e se estabeleceram por lá.

E agora é a vez da tradicional Hermès.

O espaço, instalado na Rue de Sèvres, ocupa a antiga piscina do hotel Lutétia construída em 1935. Com uma decoração que une o art-déco da arquitetura original a elementos contemporâneos como imensas esculturas em madeira em forma de gotas que fazem as vezes de espaços de exposição para os produtos.

A grife oferece seus produtos, como as linhas de prêt-à-porter masculina e feminina, dos acessórios de couro, relógios e bijoux, além de novidades como papéis de parede, tecidos de decoração e tapetes.


O espaço dispõe também de uma pequena livraria, uma floricultura e um salão de chá. O plano da grife para o futuro é abrir lojas com esse conceito mas e em menor quantidade.

O Hotel Lutetia se orgulha de sua história, às vezes conturbada, e de ter sido morada – e continuar abrigando – de intelectuais, artistas e criadores que ali acabam deixando sua marca. Matisse, Gide, Joyce, Saint-Exupéry, Picasso, Sartre, François Mitterrand, Pierre Bergé, até nosso Vik Muniz, são alguns dos que moraram, foram hóspedes ou viveram um momento especial nesse monumento art déco, que abriga hoje uma incrível e variada coleção de arte e tem apartamentos e suítes com decoração assinada por diferentes criadores.

E tem sua história muito ligada ao mercado de luxo, pois foi idéia dos donos do Le Bon Marché: Era preciso haver nas cercanias um lugar onde os compradores que vinham da província pudessem se alojar e que estivesse à altura de seu padrão de vida. Os arquitetos Boileau e Tauzin fizeram o desenho, Binet e Belmondo, o pai do ator, as esculturas da fachada, e as empresas Christophe, Baccarat, Haviland e o Le Bon Marché garantiram o mobiliário e os utilitários.

Hermès
17 rue de Sèvres
75006 Paris
Tel : 01 42 22 80 83


Veja o Vídeo da Hermès Rive Gauche

video

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

ANIVERSÁRIO DE SÃO PAULO – 457 ANOS



"25 de Janeiro dia do aniversário da maior cidade da América Latina, minha querida São Paulo completa seus 457 anos de muito trabalho, pólo industrial do país, da diversidade cultural, do mercado de luxo que emprega e gera renda , movimentando milhões de reais.

Uma cidade de contrastes, mas que nunca perde a sua grandeza, reconhecida mundialmente, desejada, cobiçada por quem tem ambição de ser e fazer acontecer.

Mais um ano de vida, de desafios a serem alcançados, mas sem medo dos obstáculos, gigante pela sua própria natureza, lugar onde profissionalismo é o lema de ordem e de progresso.


Por todos que aqui vivem, que aqui passam, que desfrutam de tudo que uma metrópole pode oferecer .


Dos paulistanos de nascimento aos paulistanos de coração, tenho orgulho de ser brasileiro , por ter São Paulo como nação!"

Minha homenagem a essa cidade que amo.

Filme "POEMA" - Aniversário São Paulo 457 Anos
Homenagem da Globo SP (2011)

video

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

ATTIMO BY FERRAGAMO CHEGA AO BRASIL


Depois do sucesso alcançado na Europa, Estados Unidos e Japão em torno de seu lançamento, chega oficialmente ao Brasil o novo perfume feminino Attimo by Salvatore Ferragamo.

A Attimo-girl que estampa o comercial, é Dree Hemingway, uma das netas loiras e lindas do escritor Ernest Hemingway.

A sofisticada fragrância é um buquê floral com base amadeirada, incluindo em sua composição a pêra nashi, a gardênia, toques de almíscar e patchouli, a meiga flor-de-lótus, a peônia e a madeira de cedro. Um floral adulto e nada doce.

O frasco, assinado pela designer Sylvie de France, foi inspirado em um dos maiores ícones dos calçados, a sandália plataforma em camadas coloridas criada pela maison Ferragamo para Judy Garland, em 1938.

SAC 0800 550 203

Attimo "Making of"

video

Attimo
"Vídeo Comercial"
video

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

ESPORTIVO 4X4 FF BY FERRARI




A Ferrari divulgou hoje um release do mais novo e revolucionário modelo 4X4 da marca, a FF, que substituirá a 612 Scaglietti.

A primeira Ferrari moderna a acomodar quatro adultos mais bagagens, será apresentada no Salão de Genebra de 03 a 13 de março, e as vendas começam logo após.

Possui motor dianteiro V12, modelo GT de quatro lugares que não só substitui a 612 mas também atrai um novo tipo de cliente, aquele que gosta de percorrer caminhos mais difíceis que exigem tração integral.

O nome Ferrari FF é devido a “Four seats” e “Four wheel-drive”. O design ficou por conta do Estúdio Pininfarina, sob a direção do chefe de design da Ferrari, Flavio Manzoni.

Este modelo revolucionário (dentro da marca) tem um novo chassi com entre-eixos maior, além de suspensão independente que incorpora a última geração de amortecedores ajustáveis, além de freios de cerâmica da Brembo.

A Ferrari FF conta com sistema de tração integral que é 50% mais leve que outros similares. Ele preserva a distribuição de peso ideal entre frente e traseira, típica de modelos V12 da Ferrari. O sistema é chamado de 4RM (Ruote Motrici), e é exclusivo da Ferrari.

O motor 6.25 V12 tem 22% mais potência do que o motor da 612, e o câmbio de dupla embreagem e sete marchas entra no lugar do câmbio manual de seis marchas usado no modelo que está sendo substituído.

A Ferrari FF também recebe componentes que geram uma melhor eficiência, introduzidos anteriormente na Ferrari California. Ou seja, estamos falando do start/stop, que melhora a economia em 10%. A potência é de 650 cavalos, e o torque é de 68 kgfm.

A emissão de poluentes melhorou bastante, indo de 470 para 360 gramas de CO2 por km rodado. O consumo médio em percurso misto foi de 5,8 km/l para 7,7 km/l. A aceleração de 0-100 acontece em 3,7 segundos, com máxima de 332 km/h.

O peso da Ferrari FF ficou na casa dos 1.795 quilos, em torno de 50 quilos mais leve que a 612. O porta-malas leva 450 litros, ou 800 litros com o banco traseiro deitado.

Website: www.ferrarifour.com

Assista o Making Of da Ferrari FF

video

DANIEL LIBESKIND – O HOMEM DO VIDRO

Luminosidade paulistana:
Fã das transparências, o arquiteto diz ter se inspirado na luz
de São Paulo para criar projeto do prédio.


Transparências:
Projeto do Marco Zero, em Nova York,
que Libeskind coordena (à dir.),
e do paulistano Vitra, (à esq.),
prédio residencial que traz cobertura de R$ 20 milhões


Daniel Libeskind, que coordena a reconstrução do Marco Zero em Nova York, fala sobre seu projeto brasileiro: um prédio envidraçado com apartamentos de até R$ 20 milhões.


Quem observa o polonês Daniel Libeskind com seu visual popstar de botas de caubói e jaqueta de couro, não imagina que ele participe da reconstrução do maior marco arquitetônico de Nova York.

Libeskind faz parte do time de arquitetos envolvidos na ocupação do Marco Zero, onde ficavam as Torres Gêmeas (derrubadas em 11 de setembro de 2001). Com a fala mansa, num tom quase inaudível, ele explica que o projeto do memorial às vítimas do ataque terrorista também é seu e que a obra está avançada.

“Em setembro de 2011, o mundo vai ver o memorial, a Freedom Tower e a Torre 4 prontos”, disse ele. O arquiteto, radicado nos EUA, esteve em São Paulo divulgando um projeto residencial, o Vitra. O nome não é à toa. Ele é um amante do vidro. “É um dos grandes materiais da arquitetura moderna. Uso-o em todos os meus projetos”, afirma.

Os apartamentos do Vitra serão totalmente envidraçados, do teto ao chão, e terão entre 580 m2 e 640 m2, além da cobertura, de 2 mil m2.

Os preços variam de R$ 9 milhões a R$ 20 milhões. “O prédio será equipado com placas solares, que fornecerão energia para o sistema de aquecimento.
O vidro utilizado filtrará os raios do Sol, diminuindo o consumo de ar condicionado e de energia do prédio. O uso do vidro foi uma demanda identificada entre os nossos clientes. Por isso optamos pelo Daniel Libeskind”, disse José Auriemo Neto, presidente da incorporadora do projeto, a JHSF.

“Quando crio um projeto penso não só em quem vai morar nele, mas em quem vai conviver com ele. O vidro proporciona elegância e leveza à paisagem urbana”, afirma Libeskind, que disse que se inspirou numa característica paulistana que muito o impressionou, para criar o projeto.


“A luz da cidade. É incrível!”, disse ele, empolgado – com certeza, nas seis vezes que ele visitou São Paulo, Libeskind não foi apresentado ao céu cinzento e poluído da capital paulista.


Fonte: ISTOÉ Dinheiro - Nº edição: 687

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

WALT DISNEY INAUGURA NAVIO – “DISNEY DREAM”



Porto Canaveral (EUA) - A cantora e atriz americana Jennifer Hudson foi ontem (19) a madrinha do novo navio que a companhia Walt Disney somou à sua frota de cruzeiros, o "Disney Dream", o primeiro que a empresa inaugura em mais de uma década.

O novo navio da Disney, avaliado em US$ 900 milhões, cerca de (R$ 1,5 bilhão), fará sua viagem inaugural de Porto Canaveral ao Caribe em 26 de janeiro.

O navio tem uma montanha-russa que impulsiona as pessoas através da água. Uma janela virtual também encanta seus viajentes através de um encontro com os mais diversos desenhos animados.

A interatividade está por toda a parte e cada espaço do navio é dedicado a uma das famosas produções dos estúdios Disney. São restaurantes, salões de festas, teatros e muito mais. A magia sai das telas para encantar na vida real.


Este é o primeiro navio que a companhia soma à sua linha de cruzeiros desde o final dos anos 90 é o maior da frota, até que no próximo ano esteja pronto o "Disney Fantasy", sua embarcação gêmea, que está sendo construído na Alemanha.

Veja o vídeo da sua criação:
video

NOVO HEUER CARRERA MIKROGRAPH - LIMITED EDITION



A TAG Heuer apresentou o seu novo modelo
comemorativo de 150 anos, no Salon International de la Haute Horlogerie - SIHH 2011 - Heuer Carrera Mikrograph, o primeiro relógio com o inovador cronógrafo mecânico de catraca integrada, capaz de marcar 1 centésimo de segundo permitindo uma fácil leitura.

Projetado, desenvolvido e fabricado pela TAG Heuer Haute Horlogerie, em La Chaux-de-Fonds (Suiça), a marca confirma a liderança dos seus 150 anos de história, dominando a precisão máxima na produção de mecanismos de movimentos rápidos e altamente complexos.


O Heuer Carrera Mikrograph é um tributo ao lendário cronógrafo Heuer Mikrograph, de 1916, que fez história por mais de 50 anos cronometrando esportes de alta velocidade com suas frequências de 25 e 50 Hz.

O novo relógio, conta com a escala dos décimos e centésimos de segundo na parte externa do dial, na posição 12 horas logo acima do eixo principal, está o indicador de reserva de corda do cronógrafo, que é de 90 minutos, independente da reserva de corda, que é de 42 horas.

Os demais mostradores são: na posição 3 horas, os minutos do cronógrafo; na posição 6 horas, os segundos do cronógrafo e a data; e na posição 9 horas, os segundos da hora principal.

Caixa em ouro rosa maciço - 43 mm de diâmetro, resistente até 100 m de profundidade. A coroa e os botões também são de ouro rosa maciço, assim como a fivela da pulseira, confeccionada em couro de crocodilo marrom.

Certificação: COSC

Edição limitada em 150 exemplares.

Website: www.tagheuer.com

Assista ao vídeo de lançamento do novo Heuer Carrera Mikrograph

video

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

JÓIAS BRASILEIRAS CONQUISTAM ESTRELAS INTERNACIONAIS

O ano de 2011 mal começou e várias premiações cinematográficas já tomam conta das agendas das estrelas hollywoodianas. E muitas delas escolhem jóias do Brasil para arrasar no look.

Esta foi a escolha, por exemplo, da famosa atriz Annette Bening, que usou brincos da H. Stern para receber o troféu de melhor atriz por sua atuação no filme "The Kids Are All Right" no New York Film Critics Circle Awards. Batizada de Virtuose, a jóia é feita em ouro branco com água marinha e diamantes. Um luxo!

Outra joalheira nacional que emplacou mais um tapete vermelho foi Carla Amorim, que teve suas peças usadas por Emily Blunt, do filme "O Diabo Veste Prada". A atriz exibiu exibiu anel e brincos Trufas, composto de ouro, diamantes negros e feldspato, na pré-estreia de "As viagens de Gulliver". Muito chique!

Jóias brasileiras: conquistando o mundo!

Fonte: Portal Iguatemi

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

SWISSHORN – PALÁCIO DE OURO






Ouro, muito ouro, numa quantidade que iria fazer Midas morrer de inveja! Já ouviu falar no Swisshorn Palácio de Ouro?

Se o rei "Midas" existisse de verdade e essa fosse a sua época com certeza ele daria um jeito de criar algo semelhante!

Esse hotel fica em Hong Kong. E parece ser um conto de fadas de verdade.

Imagine-se dentro de um quarto de ouro, dormindo em uma cama de ouro puro.


O hotel foi criado por designers de Hong Kong sob a orientação do magnata Lam Sayvin tornaram essa fantasia em realidade.

Disse ter se inspirado no sonho de um imperador chinês da dinastia Han, que tinha prometido para sua esposa contruir um palácio de ouro puro. Isso que é amor, não acham!

Sayvin Lam é o diretor da empresa de uma jóias que pertence ao grupo Hang Fung Gold Technology Group.

Para passar uma noite no hotel você tem que desembolsar US$ 26 mil, ou seja, só um semi deus pode ficar num lugar desses!

O hotel, feito em estilo palaciano e todo recoberto com folhas de ouro, incluindo paredes e portas. Cada milímetro do lugar é coberto de ouro, impressionante.

Fora isso talheres e utensílios são feitos totalmente de ouro (não são banhados).

Pra fazer você entender no final das contas o que tudo isso significa, somam um total de duas toneladas e meia de ouro!

A construção, demorou 5 anos e consumiu cerca de US$ 82 milhões de dólares.


Mas não é a primeira vez que Lam tem surto de Midas. Em outra ocasião ele também apresentou um banheiro de ouro em um showroom da empresa a um custo de US$ 13 milhões.

Além disso ele fez uma estátua de ouro de uma divindade chinesa que pesa 427 kg no valor de US$ 14 milhões.

O hotel está aberto ao publico para visitação desde 2006, e pode ser contratado para eventos, mas pense bem, se para dormir se paga US$ 26 mil, imagine quanto não sairá o aluguel para uma festinha!

Fonte: www.falandoemjoias.com

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

ROMANÉE-CONTI NA INTERNET



Nem ele escapou à internet. Depois de séculos de recato, esse vinho de fabulosa história tem site próprio.

Um dos símbolos máximos de discrição no mundo do vinho, insistentemente chamado de mítico, o Romanée-Conti rendeu-se finalmente à internet. Com uma trajetória de muitos séculos na Borgonha, sua aura de segredo ficou no passado ao lançar seu site, mas permanece a fama de vinho mais exclusivo do planeta, a preços também fora do comum.


Se engana, porém, quem pretende encontrar a palavrinha “contato” no www.romanee-conti.fr para umas perguntinhas.

“Este não é um site comercial. Não há contato nem blog, apenas informações sobre datas, superfícies de plantação e história das colheitas”
, declarou Jean-Charles Cuvelier, diretor-geral da sociedade familiar Domaine de la Romanée-Conti.


Isto é, o site está ao alcance de todos, mas sem intimidades. Com um desenho propositadamente discreto – e elegante, bien sûr – suas páginas contam a rica história de 1.500 anos do vinhedo, as complexas mudanças familiares no comando da empresa, as colheitas de 1996 a 2009 e os famosos vinhedos pertencentes à Domaine (Romanée-St-Vivant, La Tâche, Richebourg, Échézeaux e Grands- Échézeaux, que formam com o próprio Romanée-Conti a família DRC de tintos, todos com a classificação máxima da Borgonha, a Grand Cru, situados em Vosne-Roamnée.

Além destes, são apresentados Corton le Clos du Roi, Corton les Renardes e Corton les Bressandes, em Aloxe Corton, e o fantástico branco Montrachet, em Puligny-Chassagne).


Importados no Brasil há pelo menos 30 anos pela Expand, do empresário Otávio Piva de Albuquerque, os vinhos da DRC tem compradores fieis, quer pela fama de seus rótulos, quer pela alta qualidade dos líquidos. Atualmente a Expand tem à venda a safra 2006 dos vinhos da Domaine (a de 2007 chegará em breve).

Os preços:

Romanée-Conti - R$12.799,56

La Tâche - R$ 3.949,87

Richebourg - R$ 3.479,88

Romanée-St-Vivant - R$ 3.559,87

Grands-Echézeaux - R$ 2.319,92

Montrachet - R$ 8.359,71


Fonte:
Portal IG

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

PANERAI LIMITED EDITION – BEVERLY HILLS & NEW YORK


Panerai vai lançar em fevereiro quatro relógios de edição limitada para as cidades que tem a maior concentração de possuidores da marca nos EUA.

Haverá dois modelos de relógios para cada cidade - cada um com seu caseback especialmente gravado.

Os modelos de Beverly Hills tem uma gravura de Beverly Blvd, com palmeiras, enquanto os modelos de Nova York, terá uma seção da Estátua da Liberdade.

Os modelos serão:
PAM 406/407 limitados A apenas 20 peças
PAM 416/417 limitados a 150 peças

Preço variando entre US$ 5,100 a US$ 17,900

Os relógios estarão disponíveis apenas nas lojas boutique Panerai em suas respectivas cidades.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

COGNAC COHIBA BY MARTELL


Martell, conhecida por seus conhaques exclusivos, revelou a sua nova criação em Hong Kong, o “Cognac Cohiba”.

A mistura deste novo conhaque é feita a partir de excepcionais “eaux-de-vie”, que têm idades entre 40 e 50 anos de maturação em tonéis de carvalho, que o deixaram com ricas notas da madeira, bem como uma tonalidade âmbar.

Com o volume de álcool a 43% , torna-se uma combinação perfeita para o consumo de charutos.


O gosto do conhaque é arredondado, liso e quase doce, no final, oferece um toque de alcaçuz e de uma nota um pouco de noz.


Prestando homenagem à história e patrimônio dos charutos cubanos, os conhaques Cohiba vem em um frasco elegante, retratando um campo de tabaco típico da região.

A bebida vem em uma caixa especial de madeira, com frente aberta e giro de carrossel, para que a garrafa possa ser vista de todos os lados.

O Cognac Cohiba estará disponível para venda agora em Janeiro.
Preço: US$ 622 dólares

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

CLUBE DO LUXO


Magnatas brasileiros já podem dividir Ferraris, jatos e iates. O título do clube Four Private Group pode custar até R$ 4,75 milhões

Que tal ser sócio de um clube exclusivo em que, em vez de dividir com amigos o uso de campos, quadras e piscinas, você compartilhe o volante de uma Ferrari, a direção de uma lancha superesportiva ou o manche de um jato executivo?

A possibilidade de cotizar o usufruto desses brinquedos de luxo, comum em países desenvolvidos, como a Inglaterra, acaba de chegar ao Brasil. O novo Four Private Group, inaugurado em outubro em São Paulo, permite aos cotistas milionários dividir a utilização de bens que custam de R$ 500 mil a R$ 19,5 milhões.

Não que eles não tenham dinheiro para comprá-los – a capacidade financeira para tanto é um pré-requisito do clube. A proposta é atrair quem não abre mão dessas joias, mas também não quer ter a dor de cabeça habitual dos proprietários tradicionais.

“Nosso foco é no consumidor que não quer ter o custo da manutenção nem quer arcar com o prejuízo da depreciação”, explica o empresário Ricardo Jardim, presidente do Four Private Group.

O clube do luxo é um negócio da RS Administração e Participações Empresariais S/A, que controla a Companhia Paulista de Energia (Copen), a Copen Geração, a Itanhangá (empreendimento imobiliário) e a Pextrol (distribuidora de petróleo).

Jardim também é o CEO da Copen e, portanto, conhece bem as necessidades dos executivos, empresários e investidores que formam o público-alvo do Four Private Group. Como o próprio nome indica, o programa se baseia na locação de bens exclusivos de forma compartilhada por, no máximo, quatro pessoas. A ideia foi inspirada em outras agremiações similares, como o Classic Car Club, de Londres.

Nele, apaixonados pelas quatro rodas realizam o desejo de pilotar saudosos bólidos, a partir de uma taxa anual, como um Ford Mustang conversível, de 1969.

O sistema brasileiro oferece a locação de carros (batizado de segmento GT), barcos (Sea) e aeronaves (Air). Os prazos dos contratos variam de 18 a 24 meses, para carros, e 72 meses para barcos e aviões.

A adesão custa de R$ 289 mil a R$ 4,75 milhões e a mensalidade sai a partir de R$ 14,5 mil.


Os cotistas de carro recebem, a cada semana, um modelo diferente (dentre quatro possíveis). Se o sócio reside em São Paulo o veículo é entregue onde for determinado, sem cobrança de taxa.

Cada sócio pode usufruir do modelo de quinta a domingo e toda semana se faz um rodízio completo. Assim, todos os membros do clube usam todos os carros disponíveis durante o mês.

Com as aeronaves, o tempo de uso é de sete dias por mês para cada sócio. Já quem quiser pescar ou organizar um jantar romântico em alto-mar terá de quinta a segunda para desfrutar do barco (uma vez por mês).

Em caso de acidentes com culpa do condutor, este cederá seu direito de uso nos meses seguintes aos outros três para compensar o tempo perdido com os consertos.

A atual frota de carros do Four Private Group é formada por quatro modelos esportivos, que, com certeza, protagonizam os sonhos de muitos executivos: uma Ferrari F430 Spyder, uma Mercedes SL AMG, uma Maserati e um Mini Cooper Cabrio.

Para os amantes da vida no mar, a empresa está fechando a compra de um iate Numarine de 78 pés, com quatro cabines, que custa cerca de R$ 12 milhões. O modelo ficará ancorado em Angra dos Reis e estará disponível a partir do primeiro trimestre de 2011.



No pacote da embarcação, já estão embutidos tripulação, seguro e a vaga na marina. Os sócios do superclube poderão alçar altos voos na primeira aeronave já adquirida pelo sistema, o jato Phenom 300, da Embraer (avaliado em R$ 19,5 milhões), também em 2011.

O avião ficará estacionado em um hangar de Jundiaí, com tripulação a postos para embarcar em viagens nacionais e internacionais. Para o próximo ano, está prevista a chegada de um Legacy 650 e do luxuoso iate Palmer Johnson, de 135 pés, que será o primeiro a desembarcar no Brasil.

O preço do mimo? “Cerca de R$ 70 milhões”, diz Jardim. “Também estão na nossa lista de futuras aquisições veículos das marcas Bentley, Lamborghini e Aston Martin, entre outras”, diz.

Para tornar-se um locatário-cotista, o interessado tem de estar com a carteira de habilitação em dia e sua situação financeira deve ter potencial para adquirir o valor total do bem a ser contratado.

“São muitas as vantagens do programa com relação à compra ou ao leasing”, afirma Jardim. “Primeiro, não cobramos juros. Para se manter um grupo de carros como o GT seria necessário gastar cerca de R$ 500 mil, em dois anos, só com seguros e IPVA.

Sem contar os gastos com manutenção.” Mesmo com somente três cotistas atualmente, Jardim acredita que a empresa será autossustentável até o fim de 2011. “Até lá, teremos uma frota de 24 carros, três iates, três aviões. A meta é fechar 48 contratos de locação. O Brasil tem mais de 150 mil milionários. É para este público que estamos olhando.”

FONTE: IstoÉ Dinheiro - edição: 688

domingo, 9 de janeiro de 2011

“BMW INSPIRED BY STEINWAY”– LIMITED EDITION

Edição especial da BMW apresenta carro inspirado
na
fabricante de pianos Steinway.



A famosa e tradicional fabricante de pianos Steinway & Sons surgiu na Alemanha em 1836, e agora ela se uniu à BMW para lançar um carro em edição especial: o BMW 7 Series Composition Inspired by Steinway & Sons.

Com o proposito de dar ao veículo um acabamento extremamente elevado, com elementos de alto padrão, inspirados nos pianos Steinway. Isso se torna evidente já pela pintura "Black and White" feita com um processo mais elaborado, com quatro camadas de tinta, polidas a mão para alcançar o mesmo brilho dos pianos.

No interior do carro, a inspiração continua. O painel, console central e os encostos de cabeça trazem o logotipo da Steinway, mesmo caso do jogo de almofadas e do cobertor de cashmere disponíveis para os passageiros de trás.

O carro possui um motor a gasolina e outro elétrico (ActiveHybrid), que geram 465 HP, resultando com isso menos consumo de combustível e menor nível de vibração e ruído. Em um carro inspirado pela música, é de suma importância.

A BMW realmente caprichou no sistema de som. São 18 alto-falantes espalhados pelo interior do carro, alimentados por um amplificador digital de 10 canais e um equalizador computadorizado com a tecnologia Dirac Live - que corrige a acústica, compensando a reflexão das ondas sonoras para que os ocupantes realmente tenham a sensação de estar numa sala de concerto.

O BMW Inspired by Steinway também vem com uma coleção de CDs gravados com artistas como Maurizio Pollini, Martha Argerich e Vladimir Horovitz, ao som dos pianos Steinway.

Passageiros acomodados no banco traseiro também podem assistir a shows e filmes em DVD em duas telas embutidas nos encostos de cabeça frontais.


O carro será produzido pela BMW Individual, divisão da empresa especializada na fabricação de edições limitadas.

Preço na Europa - em torno dos
140 mil.