Bloqueio botao direito mouse

quarta-feira, 4 de junho de 2008

O PREÇO NO CONSUMO DO LUXO


Pesquisa revela que os consumidores de luxo também gostam de preços baixos

Todo mundo sabe que consumidores endinheirados adoram fazer compras em lojas de luxo, certo? No entanto, parece que a moda à la Sex and the City, de misturar roupas caras e baratas para criar um estilo próprio, se propagou para além das fãs da personagem da atriz Sarah Jessica Parker.

De acordo com uma pesquisa conduzida pela WWD e o Global Strategy Group, muitas mulheres do segmento do luxo se identificam com o termo “caçadoras de pechinchas”. Mais de 50% dessas consumidoras admite comprar roupas com desconto.“Os consumidores de luxo estão se tornando mais seletivos. Mesmo assim eles estão dispostos a encontrar produtos de alta qualidade a preços acessíveis.

Estes consumidores não freqüentam somente a Neiman´s e a Barneys, eles estão indo para Tj Maxx e Target, também”, disse Jef Pollock, presidente da Global Strategy Group. “Preço é importante para todo mundo. Mesmo que tenham mais liberdade para comprar o que querem, os consumidores de luxo também gostam de fazer um bom negócio”, acrescenta Pollock. A pesquisa abordou 2.494 mulheres adultas com interesse em moda. Essas mulheres foram divididas em dois grupos de acordo com a renda: 494 das mulheres possuíam rendimentos familiares de mais de US$ 250 mil e foram consideradas compradoras de luxo; as duas mil mulheres restantes possuíam uma renda mensal entre US$ 30 mil e US$ 250mil e foram classificadas como consumidoras de renda média.

As compradoras de luxo disseram que estão conscientes do seu poder de compra e não têm medo de exercê-lo. Destas consumidoras, apenas 19% define um orçamento antes de ir às compras. No grupo das consumidoras de renda média esse percentual sobe para 51%. Os objetos de desejo serão adquiridos a qualquer preço por 93% das consumidoras de luxo.

“É tudo uma questão de estilo”, diz Pollock. “Eles pagam um preço alto pela exclusividade e preferem ficar em listas de espera de edições limitadas de produtos como forma de se distinguir da maioria.” As mulheres não apenas querem, mas esperam o lançamento constante de novos produtos.

Entre o grupo das consumidoras de luxo, 80% esperam encontrar produtos novos a cada visita à loja, contra 66% das consumidoras de renda média. Quando o critério avaliado é a qualidade, 75% entre as consumidoras de média renda estão dispostas a pagar mais caro, contra 95% das consumidoras de luxo. Lojas de departamento são as preferidas para fazer compras para 81% das consumidoras de renda média e 57% das consumidoras de luxo. A Nordstrom lidera a lista de preferências para 59% das consumidoras de luxo.

Em segundo lugar está a Macy´s, com 58%, seguida de Bloomingdale's e Neiman's, com 27% cada, e Saks com 25%. Consumidores de luxo também gostam de comprar em lojas pequenas e via internet, nas versões online das lojas Nordstrom, Macy´s e Neiman Marcus. A Neiman Marcus divulgou recentemente um crescimento de 23% nas suas vendas online. Já as consumidoras de renda média, preferem a versão online da J.C Penney e Target, além da eBay e da Amazon. Apenas 28% dos consumidores de renda média compram online, contra 51% de consumidores de luxo.

Entre as consumidoras de renda média, 86% consideram o preço mais importante que a marca. Entre as consumidoras de luxo, a marca é mais importante para 44% das entrevistadas. Isso quer dizer que para 56% das consumidoras de luxo, o preço ainda é mais importante que a marca.

O que está dentro do armário – e quanto custa?

No Armário
Compradores de Classe Média

Compradores de Luxo
20 pares de sapatos ou mais
61%

93%

Mais de 10 calças jeans
19%

32%

Cinco ou mais relógios
24%

37%

Cinco ou mais pares de óculos escuros
12%

29%


Gastos Habituais



Mais de $500 em bolsas
7%

49%

Mais de $150 em pares de sapatos
21%

80%

Mais de $250 em vestido
16%

77%

Mais de $500 em casaco
10%

63%

2 comentários:

elisete disse...

QUEM ME DERA TER ESSE PODER DE COMPRAS...

meu mundo colorido! Neusa Peppe disse...

Comprar nos da um grande pazer...
mas vivemos uma realidade brasileira... este poder de compras é para poucos... infelismente.
beijos lindo!!
seu blog esta cada vez melhor..