Bloqueio botao direito mouse

terça-feira, 22 de julho de 2008

A CARTIER DOS MARES


Referência mundial em lanchas de luxo, a italiana Riva, que pertence ao grupo Ferretti - o maior conglomerado de barcos de luxo do mundo, prepara-se para apresentar ao mercado mais uma nova jóia de sua coleção.

Em setembro, durante o festejado Boat Show de Cannes, na França, a empresa lançará oficialmente o megaiate 'Duchessa', de 92 pés, que chega para preencher uma lacuna importante em seu portfólio de embarcações grandes. No total, a marca oferece apenas 20 modelos. Com 28 metros de comprimento e design único, a embarcação tem capacidade para atingir uma velocidade de até 29 nós e 26 nós de velocidade de cruzeiro, com 360 milhas de autonomia.

O novo modelo possui quatro quartos, que acomodam confortavelmente até oito pessoas, deck de quatro metros, sistema de áudio e vídeo em todos os ambientes e outras dezenas de soluções e detalhes ímpares criados pela respeitada Officina Italiana Design – do designer Mauro Micheli -, junto com a equipe técnica da Riva. Parceria que alinha, novamente, funcionalidade, requinte e elegância sem precedentes. “A Riva é, sem dúvida, a Cartier dos mares.

Ela tem um passado brilhante, que ainda hoje se mantêm atual”, afirma Felipe Furquim, sócio da Regatta, empresa especializada na comercialização de barcos no Brasil. Ele ainda destaca a atenção dedicada ao design e ao acabamento de cada detalhe dos modelos da marca italiana, todos eles ainda feitos à mão. “Se a fabricação de um barco normal exige 50 mil horas de trabalho, um Riva leva pelo menos 40% a mais em função dos detalhes.

Os barcos de madeira chegavam a levar até 18 mãos de verniz e hoje, até mesmo a tampa de combustível tem um desenho diferenciado e exclusivo”, completa.

Com tanto cuidado, não é de se espantar que o estaleiro fundado em 1842, à beira do lago de Como, na Itália, tenha em sua cartela de clientes nomes como Brigitte Bardot, Richard Burton, Sophia Loren, príncipe Ranier, Aristotle Onassis, rei Hussein da Jordânia e Peter Sellers, além de artistas e empresários de renome, sultões e jet setters internacionais.

Sua fama entre a elite teve início nos anos 1950, sob o comando de Carlos Riva, que decidiu aliar materiais de altíssima qualidade e fino acabamento, à já respeitada qualidade técnica da família para desenvolver embarcações com design arrojado e motores de alta potência. Nos anos 1930, os pilotos Serafino Riva e Giuseppe Guerini enlouqueciam os italianos em disputadas corridas náuticas a bordo de potentes lanchas da marca.


Atualmente, um dos modelos mais desejados é o 63 Vertigo, que traz o passado glamuroso da marca, reinventado em fiberglass. Com móveis em carvalho clarinho, contrastando com detalhes em laca preta, assentos em couro, refrigeração interna, tevês de plasma, mesa de jantar com tampo de vidro, home-theater e três cabines, o barco atinge uma velocidade de quase 40 nós.

No cockpit, uma inovação. É possível deslizar as poltronas em canaletas próprias, para dar mais espaço a festas e eventos sociais. A jóia, lançada no começo do ano nos Estados Unidos, está avaliada em US$ 3,5 milhões. Basta agora aguardar para ver o preço do novo filhote.

2 comentários:

Beth Oliveira disse...

Que maravilha Luís!!!
Com certeza o preço surpreenderá, mas diga-se de passagem, será de conformidade com o luxo e conforto que proporcionará a todos que puderem desfrutar, nos seus mínimos detalhes. Vale a pena conferir, com certeza, nem que seja apenas através de fotos de quem lá estiver. Porque, assim também, se pode curtir e ser feliz !!!!

Bjo grande Luís querido e continue assim nos dando esse prazer enorme em ter o conhecimento de tudo que dá à nossa vista, sempre, uma imensa satisfação.

magda disse...

...Excelente...parabéns pelo gosto refinado tem muito haver com vc...